Trinidad e Tobago

Julho/2018 - Novembro/2018

Em maio voltamos a descer as ilhas do Caribe que já havíamos conhecido. Passamos novamente por Guadalupe, recebemos nossa familia, então voltamos para Martinica e por fim, fizemos uma pequena travessia (cerca de 3 dias) para Trinidad, a ilha mais ao sul do Caribe, beirando a Venezuela.

A travessia foi tranquila, chegamos um pouco cansados, ao amanhecer, e descansamos na nossa marina, onde o Beluga ficaria por quase 4 meses. 

 

A decisão de descer tão ao sul do Caribe foi necessário por conta da época de furacão que se aproxima.  pesquisamos muito sobre o que fazer com nosso barco, já que o seguro tem algumas solicitações, e também porque vimos muitos prejudicados com os furacões de 2017 (Maria e Irma).

Trinidad em si, não é muito bonito, a agua é bem escura, as construções não são bonitas, e não ha muito o que fazer no nosso caso... Mas a marina era muito boa, serviço muito bom e com o tempo, aprendemos a gostar dessa ilha e aprendemos muito sobre o nosso barco.

Nos primeiros dias ficamos em uma vaga da marina na agua, e retiramos todas as velas do Beluga e alguns cabos. Na sequencia tiramos o barco da agua e ele foi estacionado na vaga que mostra a foto acima, onde ficaríamos cerca de 10 dias preparando o barco para todo esse tempo fora do ambiente dele e para se adaptar a todo este calor.

Foi bastante trabalho...

Tudo isso feito, voamos para o Brasil... digerir tudo o que aconteceu no ultimo ano.

E então, em Novembro, voltamos para o nossa casa! nossa, que saudades! agora temos ainda mais certeza que escolhemos uma vida e uma historia muito especial, e sabemos que não queremos sair daqui tão cedo!

Preocupado se tudo ia estar no seu devido lugar e Funcionando... e entramos no Beluga, a noite. Ligamos as baterias e íamos testando cada coisinha. Ufa! Tudo funcionando perfeitamente! Que alegria!!

Agora mais alguns bons dias colocando tudo no lugar. Uma lista enorme de coisas pra fazer. E nosso barco de volta no Mar! 

Uma nova temporada nos aguarda nesse Caribe que não para de nos surpreender.

.