Ilhas Canarias, Espanha

Novembro/2017

A travessia de Cascais até Grand Canária foi tranquila. No primeiro dia tivemos bastante vento (35 nós) o que foi bem legal para ver como o Beluga se saía. Já no segundo dia o vento abaixou para uns 25 nós, que para vento de popa não podia ser melhor. O mar estava razoavelmente calmo. Cozinhamos, tomamos sol na proa, assistíamos os golfinhos e pescamos 2 bonitos.

Quando avistamos terra foi emocionante. Ainda mais uma ilha que jamais achamos que iríamos conhecer, no meio do atlântico, isolada de tudo.

Fizemos um video que resume nossa jornada de La Rochelle Até chegar nas Ilhas Canárias. Os Primeiros meses do Beluga. Espero que gostem.

Não exploramos as outras ilhas, mas em compensação exploramos bem Grand Canaria.

O Felipe, meu irmão, chegou para animar o Beluga e fazer a travessia do Atlantico com a gente. Ele logo alugou um carro e fomos explorar a ilha inteirinha.

Os meninos iam surfar e eu e a kira curtíamos as praias. 

Outra coisa que amamos por aqui foi o asfalto e as ciclovias que eram PERFEITOS para andar de skate! Descobrimos um parque nacional que se chamava "Pico de Las Nieves" que foi sensacional. Fizemos até um videozinho curto do nosso rolê!

A ilha é bem seca, montanhosa, com ótimas ondas pra surfe, boas estradas com um visual lindíssimo, porém com uma infraestrutura básica, sem muito charme ou requinte. A comida é razoável, não comemos em nenhum lugar excepcional. Mas gostamos bastante daqui. Acho que quanto mais você vivencia um lugar, mais você entende como curti-lo.

 

Uma coisa que gostamos daqui foi a forma que os espanhóis falam para "desfrutarmos" da vida. Isso virou uma brincadeira entre nós para tudo! Tudo que fazíamos falávamos um para o outro "desfrute Niño".