Copenhagen

Julho/2017

Alugamos um carro em Amsterdam e dirigimos até Copenhagen. Passamos pelo norte da Alemanha (não paramos no caminho, mas uma opção bacana seria dormir em Hamburgo ou mesmo em Bremen para dar uma quebrada na viagem e conhecer um lugar a mais), e pegamos uma balsa para entrar na Dinamarca. Essa balsa nos custou 100 Euros, já que se tratava de um navio com garagem, restaurantes e até casa de cambio. 

 

Foram umas 5 horas de estrada e mais 1h30m de balsa. Fomos em uma media de 170km/h. Não achamos a paisagem muito bonita ou nada demais, mas interessante passar por 3 países em um dia. Vale mais a pena ir de avião que leva em torno de 1h20m, só que no nosso caso, perdemos o vôo e o próximo disponível era em 2 dias.

Essa cidade nos surpreendeu em todos os sentidos. Para começar, as pessoas são muito alegres e simpáticas. Os impostos são muito bem distribuidos e os salários não costumam ter grandes diferenças conforme as profissões. Acreditamos que isso faz com que as pessoas escolham seu trabalho pelo que gostam e não apenas pelo dinheiro. Todos usam sua bicicleta como meio de transporte, logo não há transito, poluição ou stress. As ciclovias são perfeitas! E como a cidade é relativamente pequena, a bicicleta da conta de conhecer um pouco de tudo. Mas lá fomos nós com nosso carrinho (skate) explorar.

Achamos muito interessante conhecer Christiania, que chamam de "Freetown" onde os moradores fizeram suas próprias leis. Não sei bem como isso funciona, já que os 850 habitantes arrecadam dinheiro para pagar imposto, e já que a Policia tem livre acesso, e podem intervir em algo que não estão de acordo. Então, acho que o governo tenta respeitar este espaço, considerando que ele é desta forma dês dos anos 70. É uma situação bastante curiosa. Aqui, além de proibida a entrada de carro também não é permitido que se corra pelo distrito, ou seja, jogging só do lado de fora!

  

Almoçamos em um restaurante no centro da cidade que gostamos muito. Chama-se FishMarket. A cidade é conhecida por um alto nível gastronômico, e popular pelos seus frutos do mar, então lá fomos nós perambulando até encontrar uma varandinha perfeita como essa.

Visitamos o mercado local "Torvehallerne", ficamos deslumbrados com o que encontramos por lá, uma variedade enorme de queijos, vinhos, carnes, frutos do mar, nuts, frutas, legumes e até flores. Com varias opções de restaurantes dentro do mercado escolhemos o espanhol "Tapa del Toro" onde curtimos tapas com cervejas. E depois compramos vinhos e algumas coisas para preparar nosso jantar, já que estávamos hospedados em um apartamento alugado no bairro residencial de Frederiksberg.

No dia seguinte fomos no Museu de Design e passeamos pelos parques como:

   

King's Garden                                                                                  Frederiksberg Gardens                                                                                   Fælledparken

 

Não tivemos tempo, mas outro lugar bacana de conhecer é o Museu Louisiana de arte moderna, 35km ao norte de Copenhagen. Ou o Museu dos Vikings em Roskilde.

 

 

Quem estiver viajando com crianças vale a pena in no Legoland e no parque Tivoli!

 

 

Amamos esta cidade!!